Notícias

SUSPENSA GREVE GERAL DO DIA 5 DE DEZEMBRO

Suspensão pode ser considerada uma vitória antecipada da classe trabalhadora; mobilização deve continuar


 

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais (Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CSB) suspenderam a Greve Geral que havia sido convocada para o dia 5 de dezembro. Em nota, a CUT afirma que o movimento sindical tinha decidido que, “se marcar a votação (da reforma da Previdência), o Brasil vai parar”. Como a proposta não será votada na semana que vem, como havia sido marcado pelo presidente da Câmara dos Deputados, a greve foi suspensa.


Mas, as centrais recomendam que os trabalhadores se mantenham em alerta e os sindicatos continuem com seu trabalho de mobilização contra a reforma que, na prática, acaba com a aposentadoria da classe trabalhadora.       

A suspensão da greve pode ser considerada uma vitória antecipada da classe trabalhadora. O governo Temer não tinha a quantidade suficiente de votos para a aprovar mais um massacre contra os trabalhadores. E isso se deve ao trabalho de denúncia que fizemos dos deputados e senadores que votaram a favor da terceirização e da reforma trabalhista. Temos que manter a mobilização para derrubar de vez essa famigerada proposta. Quem vota contra os trabalhadores não será eleito no ano que vem.


Portanto, considera-se como cancelada a assémbleia convocada para hoje, 01/12/2012, para discussão e deliberação acerca de paralisação das atividades no dia 05 de dezembro de 2017 a partir da 00h00.

 


 

Publicado em: 01/12/2017

Entidades Filiadas

FETRAF-MG

CONTRAF

CUT Brasil

Jornal

CASSI O ESPELHO 11/2019

Download

Links importantes