Notícias

PREVI: SUSPENSÃO DA PARCELA DE EMPRÉSTIMOS PODE SER FEITA ATÉ 18H DESTA QUINTA (30)

Medida foi pensada para ajudar famílias que tiveram redução da renda familiar em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus


 

Os associados da Previ – plano de previdência complementar dos funcionários do Banco do Brasil – podem, até às 18h desta quinta-feira (30), solicitar a suspensão das parcelas de empréstimo simples.

A medida foi pensada pelos diretores eleitos pelos funcionários e possibilita a suspensão dos pagamentos de maio e junho. O objetivo é ajudar as famílias que tiveram redução da renda familiar em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus.

“É importante que a pessoa avalie se realmente precisa adiar os pagamentos. Existe um prazo determinado para a liquidação do empréstimo. Quando se interrompe o pagamento, interrompe-se também a amortização do saldo, que continua a ser corrigido. Isso pode gerar um resíduo a pagar ao final do contrato, que deverá ser pago em até seis meses”, observou o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do banco do Brasil, João Fukunaga.

Outro ponto a ser considerado na avaliação é que, no caso das operações “em ser” contratadas a partir de 21/1/2015, pode ocorrer um aumento significativo no valor da prestação, que é recalculada a cada aniversário do contrato.


Suspensão dos pagamentos


Aqueles que optarem pela suspensão dos pagamentos, devem fazer solicitação no canal de Autoatendimento do site da Previ, opção Empréstimo Simples.

Fonte: Contraf-CUT

 


 

Publicado em: 30/04/2020

Entidades Filiadas

FETRAFI-MG

CONTRAF

CUT Brasil

Jornal

CEF - Carta Aberta a população

Download

Links importantes