Notícias

BANCÁRIOS REALIZAM, EM 20 E 21 DE JULHO, ASSEMBLEIA SOBRE A MINUTA DE REIVINDICAÇÕES

Votação vai das 18h do dia 20 de julho às 22h do dia 21 de julho


 

Bancárias e bancários de Teófilo Otoni e região realizam, das 18h do dia 20 de julho às 22h do dia 21 de julho, uma Assembleia virtual para deliberar sobre a minuta de reivindicações da categoria para a Campanha Nacional 2020, assim como sobre a autorização para que o Sindicato negocie com os bancos.

 

Entre as reivindicações presentes na minuta, que foi aprovada na 22ª Conferência Nacional dos Bancários, estão o reajuste com reposição da inflação mais 5% de aumento real e a inclusão de uma cláusula, na CCT, para regular o trabalho a distância, visando proteger os direitos dos bancários e impedir que os bancos tomem decisões unilaterais sobre o tema. 


Os funcionários que fazem parte da base do Sintraf T.O e Região deverão votar pelo link https://bancarios.votabem.com.br/. Basta acessar, digitar a matrícula funcional (apenas números) sem o digito e seguir as orientações dadas pelo sistema. Mas atenção: a votação será online com início às 18h do dia 20 de julho e encerramento às 22h do dia 21 de julho.



Minuta de reivindicações da categoria para a Campanha Nacional 2020.

Após a aprovação pelas assembleias, a minuta será apresentada à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na quinta-feira (23), às 14h30.

 

Índice

 

Depois do debate sobre as propostas, os delegados aprovaram a reivindicação de reajuste de inflação mais 5% de aumento real nos salários e todas as cláusulas econômicas.

 

Home office

 

A 22ª Conferência também aprovou a inclusão na minuta de uma cláusula para regular o trabalho home office, que não pode ser imposto pelo banco, para estabelecer, entre outras coisas, que os custos do teletrabalho sejam arcados pelos empregadores, assim como o fornecimento dos equipamentos de trabalho e ergonômicos. A cláusula também proíbe que sejam retirados direitos dos trabalhadores que cumprirem suas funções em suas casas, à exceção do vale-transporte/combustível, que deve ser fornecido com valor proporcional aos dias de comparecimento do trabalhador no banco, definindo que estes tenham de realizar suas atividades no próprio local de trabalho, pelo menos, uma vez por semana.

 

Metas abusivas

 

A Conferência também aprovou uma proposta para que seja feita uma atualização da cláusula que trata sobre a estabelecimento e a cobrança as metas pelos bancos.

Uma vez que um dos eixos da campanha será a luta pela saúde e melhores condições de trabalho para a categoria.

 

Demais cláusulas

 

As demais cláusulas hoje presentes na CCT foram mantidas na minuta de reivindicações.

 

Outros eixos

 

A campanha terá como prioridade a manutenção dos empregos e dos direitos, a defesa dos bancos públicos e o reajuste do valor da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) pelo mesmo índice da campanha.



Fonte:
Sintraf T.O e Região com Contraf-CUT








 

Publicado em: 20/07/2020

Entidades Filiadas

FETRAFI-MG

CONTRAF

CUT Brasil

Jornal

CEF - Carta Aberta a população

Download

Links importantes